Hagens anuncia fusão com empresa de data science

0
15

A Hagens, empresa de estratégias e soluções tech em comunicação, marketing e criatividade aplicados em business, anuncia a fusão com a agência Phidata, especializada em Data Science. Para comandar e ser o Head da nova área, Fabrício Espel, fundador da Phidata, une-se à Hagens, incorporando, com ele, clientes como a Ri Happy e a Ânima Educação, uma das maiores organizações educacionais privadas de ensino superior do país.

"É fundamental colocar o consumidor no centro de todas as decisões das empresas. Ao centralizar e padronizar os dados em um ambiente único, é possível analisa-los para entender melhor o comportamento das diferentes personas e criar experiências mais significativas para elas no e-commerce ou na loja (ambiente digital ou físico). Isso reforça a busca da agência em criar conteúdos de relevância para as marcas. Ganham nossos clientes, ganha o mercado de maneira geral", celebra Clauber Scarparo, sócio e cofundador da Hagens.

"A organização apropriada dos dados, de forma segura, garante as boas práticas e normas da LGPD. A empresa terá um time mais robusto de ciência de dados e fortalece o diferencial estratégico da empresa", adiciona.

Para Scarparo, as chegadas de Espel e da Phidata representam a criação de um novo "pilar" na agência: o da ciência de dados. "Tudo que é feito de maneira isolada tem menos valor. Estamos integrando criação, inteligência, dados e tecnologia. É um ciclo. Os quatro pilares fundamentais para a Hagens Temos todo um time para criar experiências relevantes e foco na execução".

Novo Head

Fabrício Espel chega com acúmulo de mais de 11 anos de experiência no digital. Desde 2010, sempre foi mais voltado para a parte de analytics, sendo coordenador de BI (Business Intelligence) de grandes agências de São Paulo o que o rendeu a expertise para ter uma visão diferenciada e mais abrangente do negócio. "Com o tempo, percebi a necessidade de melhorar o atendimento BI na própria agência, onde havia dificuldade no que tange a dados assertivos.

No começo, a Phidata era focada em auditoria de marketing digital, mas com o tempo, notei que não bastava somente esse trabalho consultivo, e sim se tornar um parceiro focado em análise de dados e com participação mais efetiva também na execução. Assim, participava efetivamente das operações e ajudava a alavancar negócios, conseguindo captar clientes grandes", detalha

Consigo, Espel traz uma equipe de colaboradores da Phidata e clientes, como a Ri Happy. "Agora vamos ampliar as expertises da Hagens, com uma visão de inteligência de dados mais completa e o know how para se ter o entendimento de todos os silos e ajustar em modelos mais preditivos, principalmente sobre o comportamento do usuário", destaca.

Deixe seu comentário