Algar Telecom ingressa no mercado de Saúde

0
12

A Algar Telecom, empresa de telecomunicações e TI do Grupo Algar, por meio do Brain, centro de inovação fundado pela companhia, assinou um acordo com a MediQuo para oferecer telemedicina a seus clientes do varejo. Além de possibilitar a realização de consultas online de rotina e emergenciais com os médicos cadastrados (especialistas em pediatria, ginecologia, clínica geral, entre outros), o aplicativo também conta profissionais de psicologia, nutrição e educação física (personal trainer).

O serviço já pode ser contratado pelos clientes dos planos Pós e Controle, por R$ 15,90 mensais. O valor dá acesso ilimitado, permitindo a utilização quantas vezes forem necessárias, 24 horas por dia nos 7 dias da semana, com cobertura sem cobrança para filhos menores de 18 anos. O aplicativo está disponível na App Store e Play Store e, para começar a utilizar, o cliente precisa contratar o serviço pelos canais de vendas da Algar Telecom. A licença pode ser cancelada a qualquer momento, mediante comunicação prévia, sem cobrança de multa ou penalidade.

Com foco em gerar valor para seus clientes, a Algar Telecom vem buscando parcerias com empresas que tenham sinergia com seus negócios. "Acreditamos que, além de democratizar a medicina, este produto tenha sinergia com o nosso negócio B2C. A aliança com a MediQuo abre uma nova proposta de gestão para saúde, sendo todo o processo realizado de maneira simples por um telefone celular", comenta a presidente do Brain, Zaima Milazzo. Desse modo, a companhia reforça um de seus objetivos principais: manter uma relação próxima com seus clientes e oferecer serviços de alta qualidade, seguindo o propósito "Gente servindo Gente" por meio da telemedicina.

A MediQuo, aplicativo espanhol eHealth, possibilita a qualquer profissional de saúde atender seus pacientes por chat, chamada ou vídeo chamada com segurança e ferramentas profissionais que facilitam a comunicação. Conta com mais de 850 mil usuários registrados e mais de 1,5 milhão de consultas em um ano, com uma classificação de 4,6 em 5 entre mais de 15 mil classificações. Desenvolvido por uma equipe de médicos, foi lançado em novembro de 2017, focando seu crescimento na Espanha e na América Latina com o objetivo de que qualquer pessoa possa ter acesso a um médico a partir de seu dispositivo.

Deixe seu comentário