Microsoft planeja recomprar US$ 40 bilhões em ações e aumenta dividendo aos acionistas

0
4

A Microsoft anunciou nesta quarta-feira, 21, que planeja recomprar até US$ 40 bilhões em ações e aumentar o pagamento de dividendo em 8%, de US$ 0,36 para US$ 0,39, como parte de uma série de movimentos da fabricante de software para distribuição constante dos lucros o chamado "dividend yield" — aos acionistas. A cifra destinada à recompra é similar ao plano anunciado em 2013 e representa cerca de 9% do valor de mercado da Microsoft, que é US$ 442,7 bilhões

 

Em comunicado, a empresa disse que está no caminho certo para completar seu atual programa de recompra até 31 de dezembro. Ela não estabeleceu, no entanto, uma data para expiração da nova recompra de ações. A Microsoft tem sido uma das mais ativas companhias em recomprar ações, tendo gasto cerca de US$ 140 bilhões com essa estratégia ao longo dos anos.

 

A fabricante de software costuma anunciar aumentos de dividendos em setembro. O aumento de 8% é o menor dos últimos anos. No ano passado, a empresa elevou seu pagamento trimestral em 16%, de US$ 0,31 para US$ 0,36, depois de um aumento de 11% em 2014. O aumento deste ano, para US$ 0,39, eleva o pagamento de dividendos pela Microsoft de 2,3% para 2,7%. O dividendo será pago no dia 8 de dezembro para acionistas com ações da empresa até 17 de novembro.

 

Apesar de a desaceleração nas vendas de PCs prejudicarem as vendas do sistema operacional Windows, a Microsoft vende outros softwares e serviços que geram um fluxo constante de caixa. O negócio de nuvem, por exemplo, ajudou ela a superar as expectativas de lucro em seu quarto trimestre fiscal, encerrado em 30 de junho, embora a receita tenha caído 7%, para $ 20,61 bilhões. No final de junho, a Microsoft informou ter US$ 113 bilhões em caixa, em dinheiro e investimentos. Com agências de notícias internacionais.

Deixe seu comentário