Política de privacidade do Google e denúncias de espionagem serão debatidas em audiência

0
13

A política de privacidade do Google e de outras ferramentas de busca, suas relações com o Código de Defesa do Consumidor e com as denúncias de espionagem praticada pelos Estados Unidos serão temas de audiência pública marcada para esta quarta-feira, 23, pela Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados.

As denúncias de espionagem das comunicações eletrônicas e telefônicas no Brasil por agências de inteligência norte-americanas já foram tema de debate na Câmara. Diversos requerimentos para apurar as denúncias foram aprovados em quatro comissões, entre elas a de Defesa do Consumidor.

"Caso as ferramentas de pesquisa também estejam sendo utilizadas para esse fim [espionagem], há mais uma razão para que abordemos esse tema em nossa audiência", afirma o deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), que pediu a audiência.

O parlamentar também quer discutir possíveis abusos ao Código do Consumidor, já que o Google costuma expor anúncios publicitários nos resultados de buscas de sua página. "Algumas reclamações têm chegado a esta comissão de que os internautas têm confundido os anúncios publicitários com resultados normais de busca", afirma Araújo. "Há suspeitas de que o Google ludibria o consumidor e interfere em suas escolhas de forma enganosa."

Foram convidados para o debate o presidente da Google Brasil, Fábio Coelho, o presidente da Microsoft, Michel Levy, a secretária nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça, Juliana Pereira da Silva, o professor da Fundação Getúlio Vargas Ricardo Morishita Wada e a coordenadora-executiva do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Carlota Aquino Costa. As informações são da Agência Câmara.

Deixe seu comentário