Startup oferece tecnologia para disseminar livros infantis

1
21

Qual é a pergunta que mães, pais e educadores fazem ao procurar um livro infantil? O que procuram em uma busca rápida? Contos de fadas, lendas brasileiras, temas específicos, livros para crianças de uma determinada faixa etária, histórias de um autor ou autora predileto, livro ilustrado? Na tentativa de auxiliar esse público, Renata Nakano, idealizadora e diretora-geral do clube de assinatura de livros infantis Quindim, apostou no investimento em de tecnologia de ponta para construção de um novo site.

Para isso contou com a expertise de Daniel Sclearuc, diretor-chefe de tecnologia, com vasta experiência no mercado de TI. "Passamos dois anos trabalhando com uma equipe de especialistas que resenharam e classificaram os quase 500 títulos já enviados pelo Clube Quindim, selecionados por nomes como Ana Maria Machado e Ziraldo", explica Renata. "São livros muito diversificados e de alta qualidade literária, que juntos formam um acervo riquíssimo".

Renata tinha ainda outra preocupação: disponibilizar esse conteúdo de forma democrática a qualquer pessoa interessada e assim disseminar a literatura infantil de qualidade não apenas entre os assinantes do Clube. "A solução foi desenvolvermos um sistema de busca gratuito que filtraria o acervo de acordo com classificações que o público geral poderia se interessar. Mas para oferecer um sistema como esse, seria necessário unir a nossa especialidade em literatura infantil com conhecimento e acesso à tecnologia de ponta, que poucos na área livreira possuem", explica Renata.

O grande desafio, então, foi disponibilizar o acesso a esse conhecimento específico em um site funcional, intuitivo e veloz. "Com o novo site, até mesmo uma pessoa que não conheça nada sobre literatura infantil pode criar uma lista de livros para crianças, de alta qualidade, cruzando os filtros de acordo com o que deseja: idade, assunto, gênero literário etc. Trata-se de uma ferramenta relevante e única no mundo para pais, educadores e profissionais da saúde, como psicólogos e pediatras", continua Renata.

De acordo com Sclearuc, apesar de pequena, "a empresa utiliza ferramentas normalmente presentes somente em grandes corporações, graças a uma cultura interna de contínua melhoria de processos". O site do Quindim, por exemplo, foi construído de maneira que os usuários possam navegar como se estivessem usando um aplicativo nativo do computador ou do celular, em uma tecnologia conhecida como PWA – Progressive Web Application, que carrega continuamente o conteúdo das páginas sem que o usuário perceba. A ferramenta de buscas no acervo traz outras funcionalidades que contribuem na experiência de navegação, permitindo que os itens buscados sejam localizados em tempo real mesmo utilizando filtros bastante complexos. Outro exemplo é o uso de detectores transparentes de robôs de segurança. "Isso possibilita maior conforto para os clientes por não necessitar dos famosos testes 'eu não sou um robô'", continua Sclearuc.

O Clube Quindim ainda investiu fortemente em infraestrutura para o aprimoramento de tecnologias de modo invisível ao usuário. "Num processo chamado de Continuous Integration, assim que uma nova funcionalidade é disponibilizada e aprovada, ela é incorporada aos servidores de maneira paralela e a atualização ocorre com zero indisponibilidade, tanto para clientes como para colaboradores, em tempo real e a qualquer momento do dia", conclui o diretor de tecnologia.

Cinco anos e cinco mudanças

Mas não apenas o site mudou. Ao completar cinco anos, o Clube Quindim mudou a mascote, o kit enviado ao assinante, o Diário do Leitor, o Mapa de Leitura e até a embalagem. A mascote virou uma Capivara. Pop e presente em todo o território nacional, dialoga com todos, gosta dos diferentes e é considerada o animal mais simpático da natureza. É libertária, não se reproduz bem em cativeiro. É mãe e conta com rede de apoio na sua comunidade para cuidar dos filhotes. O novo Kit, enviado já em dezembro, traz novo Diário do Leitor com tom mais divertido e interativo, que passa a ser integrado ao novo Mapa de Leitura.

E a embalagem tem nova estampa, assinada pela premiada artista Graça Lima. Os assinantes passam a receber o Guia do Assinante, material de apoio com informações sobre como realizar a leitura em família. E ainda recebem uma Capivara de pelúcia. Além disso, a Quindim levará ao público uma série de lives com profissionais da saúde para discutir como a leitura e a literatura podem ajudar no desenvolvimento infantil. A série "Leitura e Desenvolvimento" estará disponível no Instagram do Clube Quindim (@clubequindim) e no Instagram dos convidados.

Quindin em números

+ de 15 mil crianças impactadas de todos os estados brasileiros

+ de 180 mil livros infantis enviados

+ de 50 gêneros literários

  1. 500 cidades presentes

500 títulos selecionados por curadores de excelência e diversidade

470 escritores e ilustradores

28 países representados.

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário