Para estancar perdas, SAP prepara nova reestruturação e demissões de funcionários

0
0

A gigante de software alemã SAP anunciou nesta terça-feira, 29, que cortaria 4.400 empregos em um plano de reestruturação de um bilhão de euros, depois que os lucros estagnaram em 2018. Segundo a fabricante, as demissões serão voluntárias, com um número de demissões um pouco mais alto do que a reestruturação de 2015, quando houve a mudança de foco para a computação em nuvem.

A expectativa é que aconteçam 4.400 cortes de empregos, mais do que os 3.000 em 2015, a maioria concentrada na Alemanha e nos EUA.

Sobre o novo plano de recuperação, os executivos planejam gastar entre 800 milhões e 950 milhões de euros (US$ 915 a US$ 1,1 bilhão) em reestruturação em 2019 "para simplificar ainda mais as estruturas e processos da empresa".

A empresa defende que as mudanças são necessárias para abrir caminho para a SAP fazer novas apostas nas áreas de crescimento da indústria de software, como inteligência artificial, blockchain, internet das coisas, e computação quântica.

Atualmente, a SAP possui 95 mil profissionais. Com informações de agências internacionais

Deixe seu comentário