Estudo aponta que número de assistentes de voz vai superar a população global em 2024

0
0

Um novo relatório da Juniper Research mostra que os consumidores irão interagir com assistentes de voz em mais de 8,4 bilhões de dispositivos até 2024; ultrapassando a população mundial e crescendo 113% em comparação com os 4,2 bilhões de dispositivos previstos para uso até o final de 2020. Apesar disso, a monetização dos próprios assistentes de voz continua sendo um desafio.

A nova pesquisa, Voice Assistant Market: Strategies Player, Monetization & Market Size 2020-2024, constata que os assistentes de voz automotivos e aqueles conectados a TVs terão a maior taxa de crescimento, em grande parte graças à capacidade de usar assistentes de voz através de periféricos, mais até do que novo hardware. No entanto, isso depende da alteração do comportamento do consumidor; menos da metade das TVs capazes de funções de assistente de voz realmente usará a função, mesmo em anos.

"O modo coo os dispositivos serão usados se ??restringirão às oportunidades para assistentes de voz e comércio de voz", observou o co-autor da pesquisa James Moar. "Os fornecedores devem se concentrar em impulsionar o uso quase tanto quanto em promover as vendas de dispositivos".

Vários dispositivos, com alcance limitado para a maioria

Apesar da proliferação de diferentes dispositivos de assistente de voz, a Juniper Research espera que os smartphones continuem a dominar o espaço. Outros dispositivos serão comparativamente subutilizados em muitos mercados.

Apesar de ter mais que o dobro da população da América do Norte, o número de dispositivos de assistente de voz na Europa só excederá a América do Norte até 2022 e, em seguida, apenas marginalmente, graças ao menor número de dispositivos sendo lançados nestes mercados.

A pesquisa observa que, apesar de vários fornecedores de assistentes de voz estarem voltados para a produtividade e o uso em escritórios, este será um mercado relativamente pequeno.

Menos de 354 milhões de PCs terão assistentes de voz ativos, principalmente após a Microsoft afastar Cortana de ser um assistente de voz completo. A Juniper Research recomenda que as empresas de assistentes de voz direcionadas ao mercado de PCs enfatizem a voz como parte de um ecossistema mais amplo de gerenciamento de dispositivos e dados, com mais automação do que os assistentes de voz do consumidor.

Deixe seu comentário