Santo André beneficia mais de 100 escolas e 39 mil alunos com implementação do Teams automatizado

0
5

A cidade de Santo André, na região do ABC, no estado de São Paulo, desenvolveu um programa para elaborar metas, diretrizes e ações estratégicas para diversas áreas até o ano de 2053, quando completará 500 anos. O programa que tem sete subeixos e começou em 2017, apostará em uma gestão integrada e inovadora, tudo para modernizar e melhorar a região.

Viviane Havranek de Sousa, gestora da Tecnologia na Educação em Santo André, explica que o processo de identificação das defasagens de aprendizagens das crianças decorrentes do período pandêmico, inclui planejamento estratégico de recuperação dessas aprendizagens.

Para melhorar a qualidade do ensino, a gestão da educação e otimizar processos realizados por professores de forma manual, a Secretaria de Educação de Santo André contratou os serviços de automatização do Teams da Big Brain. O Teams Automatizado beneficia 2.500 professores e 39 mil alunos em mais de 100 escolas em Santo André. A expectativa é que com as novas 17 escolas municipalizadas no próximo ano, mais de oito mil alunos e 200 docentes sejam incluídos no número de beneficiados.

Uma solução simples que permite às escolas tirar muito mais proveito do Microsoft Teams. A versão automatizada do software é capaz de realizar a integração entre o Sistema de Gestão Escolar e o Teams, fazendo com que as plataformas se conversem e passem a funcionar com base nas informações existentes no sistema de gestão. O Teams Automatizado oferece Relatórios Inteligentes, que reduzem os custos e permitem tomadas de decisão mais assertivas, uma vez que não há erro nas mensurações de dados de produtividade e eficácia do ensino.

A professora Marli Salani dá aulas para o 5º ano na EMEIEF José Maria Sestilio Mattei e conta que no início das aulas online a adaptação foi bastante difícil, principalmente por conta da acessibilidade e a falta de conhecimento em plataformas tecnológicas. Mas, com a implementação do Teams Automatizado a situação começou a mudar.

A professora concorda que a tecnologia coloca o aluno como protagonista e parte integrante da construção do processo de aprendizagem, além de ser extremamente benéfica para a educação. "Ela envolve e atrai os usuários, tornando as atividades mais prazerosas e divertidas, com resultados rápidos. A tentativa, erro e acerto ficam bem mais ágeis e otimizam o tempo. Com a tecnologia, é possível realizar pesquisas com agilidade, interagir com pessoas, trocar conteúdos entre a comunidade escolar, visualizar vídeos e documentários complementares aos assuntos discutidos na escola, realizar atividades online com uma aparência mais divertida, colorida, atraente e dinâmica. É totalmente positiva a associação entre educação e novas ferramentas de inovação", conclui Marli.

A Secretaria de Educação de Santo André realizou investimentos pensando na educação das crianças andreenses a médio e a longo prazo. Para melhorar a acessibilidade, foram adquiridos chips com pacotes de dados para fins pedagógicos para as crianças e docentes, além de disponibilizar a plataforma educacional com suporte técnico, com capacitação tecnológica para os profissionais da educação.

Deixe seu comentário