Chatbots otimizam delivery de restaurantes em redes sociais

1
140

Impulsionado pela crescente demanda por eficiência, custos operacionais mais baixos e pelo aperfeiçoamento das tecnologias de inteligência artificial (IA), o mercado global de chatbots deve movimentar US$ 9,4 bilhões em 2024, ante US$ 2,6 bilhões em 2019, de acordo com a consultoria MarketandMarkets. Em um cenário pandêmico em que todos os negócios tiveram que acelerar a transformação digital, é cada vez maior o número de pequenos estabelecimentos de bairro que já investem em chatbots para expandir o atendimento aos clientes.

Dentro deste segmento está a plataforma Anota AI, que oferece atendente virtual e cardápio digital para que restaurantes consigam automatizar o atendimento e o gerenciamento de pedidos diretamente pelo Facebook e WhatsApp, em qualquer dispositivo. Baseada em IA, a solução vem sendo utilizada em mais de 2 mil estabelecimentos, entre microempreendimentos e franquias de grandes marcas, como Domino's e Subway.

Para o gerente do Açaí Barra em Guarujá/SP, Felipe Garcia, a maior vantagem que a ferramenta oferece ao restaurante especializado em açaí, sorvetes e vitaminas é a agilidade no preparo das encomendas. "Não precisamos que um funcionário fique respondendo e anotando os pedidos dos clientes. Só temos o trabalho de montá-los e despachá-los", diz.

Se de um lado estabelecimentos de food service apostam em processos e sistemas automatizados para as vendas por delivery, por outro a crescente demanda por chatbots também impulsiona o competitivo mercado de empresas especializadas nesse tipo de serviço, estimulando o aperfeiçoamento de tecnologias e funcionalidades. 

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário